sexta-feira, 26 de junho de 2015

Ainda em contagem

A todos aqueles a quem eu disse que a Maria Rita devia nascer na semana do S. João, mil desculpas. Não nasceu e continuamos em contagem decrescente.

O certo é que andamos desde o início de Junho a ser avaliadas e dependentes de reuniões e decisões clínicas. A inquilina está a gostar da aventura e mantém-se no T0 com vistas para o céu, a senhoria está pior que o chapéu de um trolha (mas não digam isto à miúda, que ela pode sentir-se mal).

Precisamente com esta idade gestacional, por esta hora, tinha já o João nos braços. Mas as miúdas são mais difíceis não é? Por vontade do pai, eu estava de pernas amarradas até ao fim de Julho e não havia cá conversas. Abençoada natureza, e ainda bem que Mr. Rabbit não é ginecologista, tirando  a parte do toque, tudo o resto seria certamente muito complicado de suportar!

É claro que já comecei a ouvir as histórias de partos mal sucedidos. As más experiências do local onde vou parir e algumas perguntas que podiam dar entrada directa para o livro dos idiotas.

Confesso que depois de uma médica me ter dito às 28semanas, que teria de ter uma consulta com anestesista para saber se me conseguiam reanimar no caso de paragem cardio-respiratória durante o parto, consigo achar piada a tudo o que me dizem e tudo o que me perguntam.

- "são gémeos?" [que eu saiba não, mas por favor não digam isso à frente do meu filho, que ainda me metem em confusões]

- "ainda está assim?" [não, já nasceu, este já é outro, deve nascer para breve!]

- "coitada está mesmo com cara de cansada. Os lábios e o nariz inchados." [isso é o que está à mostra, se eu lhe mostrasse o que tenho mais inchado ia ficar doente por uns bons 9 meses]

- "ah, o que tem aí na barriga? É o umbigo? Ai que impressão." [já vos falei das dores horríveis que tive até o umbigo se parecer com a pila do meu filho? Já vos expliquei que a sensação é a mesma de nos estarem a rasgar por dentro, e depois enfiar tudo, com muita força pelo buraco fora? Já vos disse que desta vez tive mesmo de usar cinta para hérnia umbilical e quando já não a suportava mais e a tirava, era como se me estivessem a rebentar as entranhas? Comecem é a fazer um vaquinha para reunir dinheiro para a cirurgia pós-parto]

E depois disto há as duas expressões mais engraçadas que dois amigos costumam utilizar e eu choro a rir.

- "que grande bombo, podes mandar embora a banda, tu sozinha fazes a festa" by Rui

- "que grande pipo, ó Ricardo não bebas tudo" by Daniel

O João está muito ansioso. Já premeditou a data de nascimento várias vezes. E agora quando lhe perguntam, responde "ui, é só para Julho, quando o meu pai fizer anos"
Tendo em conta que o pai faz anos a 31 de Julho, vamos aguardar...

[já é assim que passo grande parte do tempo] 

Sem comentários: