quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

Há coisas que não se comem

O nosso aspirador nasal é daqueles com um tubinho, de um lado a ponta descartável que se coloca no nariz do bebé e do outro a extremidade onde  colocamos a boca para puxar. 

É o mais seguro, dizem os entendidos, porque conseguimos controlar a intensidade de sucção.
Este aspirador já era o que utilizávamos quando o João era bebé. É prático e não tem deterioração, limpeza ou manutenção, é só comprar as recargas e usar.

Um destes dias, estava a aspirar a Maria Rita. O João nunca tinha visto, por isso ficou a observar passo a passo.



Quando coloquei a extremidade do tubo na minha boca e comecei a puxar ouço-o a gritar:
- mãeeeeee, o que estás a fazer?
- a limpar o nariz da tua irmã, a tirar muito ranho.
- e vais comer????

Nesta altura já estava com a mão na boca e a tossir, em sinal claro que ia vomitar.
Não preciso de dizer  que estivemos vários minutos a explicar como aquilo funcionava, a mostrar a esponja que está na recarga e não deixa o ranho ser engolido por quem está a aspirar.

#hácoisasquenãosecomem

Sem comentários: