sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Menina ou menino?

Terceira gravidez e as perguntas da praxe continuam.

Já sabes o sexo?
[Espero que seja muito, mas só daqui a uns anos]

E quando vais saber (o sexo)?
[Se tudo correr bem em janeiro de 2017 dá para ver, como S. Tomé]

Já sabes o que é?
[Gosto muito desta, e respondo sempre: "desta vez é um cãozinho!"]

É óbvio que quando tiver a certeza do género do baby Rabbit 3 vou dizer e contar ao mundo, não sou pessoa de guardar essas coisas, aliás essas e outras, até vos posso dizer em que dia aconteceu, a hora, a posição, entre outros pormenores.
Mas é muito cansativo estar sempre a ouvir a mesma pergunta, em formas variadas. Já sei que lá para novembro vão começar a perguntar: "quando nasce?" ou "para quando é?".

JANEIRO. Guardem esta data. Daqui a 5 meses já temos oficialmente uma família numerosa [já falta pouco para os 6 filhos, a Toyota Hiace e o fogareiro]!!!!

Então e o teu feeling? Tens preferência?
Tenho. Depois de querer muito que seja perfeito(a) e de boa saúde, sem aqueles palavrões que normalmente circulam em relatórios médicos, quero muito que seja rapaz.

E quando me dizem, que as meninas são mais calmas, mais tranquilas, que dão menos dores de cabeça, que já tenho as coisas da Maria Rita e que seria muito giro por serem mais próximas. Eu suspiro. Um longo suspiro.

As mulheres são tramadas. E muitas mulheres no mesmo espaço pode ser dramático. Lembro-me sempre das palavras da nossa veterinária quando se fala em várias fêmeas no mesmo habitat: "duas fêmeas é normalmente sinónimo de problemas, é como ter a nora e a sogra na mesma casa". Entendem?

[Isto é a Maria Rita a trepar a mesa de actividades e subir para um dos sofás. E com ar desafiador me diz que agora vai gozar à farta com todos os brinquedos e coisas de adulto que coloco no móvel alto para ela não conseguir mexer! Tão querida. Tem 13 meses e uma cirurgia a um rim há 20 dias.]

Suspiro. A Maria Rita não é propriamente uma criança angelical. Calma, tranquila e que brinca com bonecas. A Maria Rita consegue, com a idade que tem, aventurar-se mais do que o João, que já era levado da breca. 

Ela grita, ela trepa, ela desafia, ela corre, ela faz birra se não tem o que quer, ela discute, ela ralha com o irmão ou qualquer pessoa que a contrarie ou simplesmente lhe diga "ai ai" ou "não não", qualquer caixa de brinquedos, brinquedo ou obstáculo serve de degrau, tem fascínio pelos brinquedos do irmão, corre atrás das bolas e brinca com carros e motas e imita sons "brummm".
Como podem ver é um sonho de menina, que passa o dia a tocar piano, a fazer crochet e falar francês. É isso, manda vir 5 iguais e vão-me visitar ao Magalhães Lemos.

E para reforçar a ideia. O João naceu em Dezembro. Rapaz. Bebé de inverno. Para os primeiros meses de vida não teria nada de menina para vestir à criança, por exemplo. Só para recordar.

Digam lá de vossa justiça, o que acham que é? Não se sintam inibidos pela minha preferência. Até porque se for menina não vou dar para a roda....tranquilos.

Sem comentários: