quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

Porquê?

Porquê que os meus filhos só me querem a mim?
Porquê?

Ter bebés é muito difícil, por vários motivos, mas nos primeiros tempos acho que o pior de todos é a privação de sono e o choro.

O José é um bebé tranquilo, mas ainda não aprendeu que só pode mamar uma medida certa e que para além daquilo vai ser para deitar fora. Depois fica indisposto. E depois não consegue arrotar. E depois grita. E engole ar, muito ar. E depois tem dores e cólicas e gases. E depois grita para fazer cocó.

O José estreou então a parte do choro (acompanhado de dores).

Quanto à privação de sono, se já não é fácil amamentar um bebé recém-nascido de 3 em 3 horas, que em termos práticos se reflete, em média, 1 hora acordada (amamentar e fazer higiene) e 2 horas em descanso (se correr bem). Agora acrescentem andar com o bebé ao colo, em modo "ooooooo ooooooo ooooooo", massagens e embalo para aliviar as cólicas e os gritos.

Há noites em que chego a dormir uma boa meia hora.

E quando a somar a isto, os mais velhos se juntam à lambada? A dança é tão emocionante que às vezes até dá para tropeçar e trocar de camas e adormecer sentada num banco de plástico.

Quando a Maria Rita acorda durante a noite só quer a mãe. Não adianta se estou a dar de mamar ou em modo vegetal sem me conseguir mexer. É certo que se não for eu vai haver choro, gritos e a casa abana (juro).

Tenho muito sono. E preciso de silêncio, não só durante a noite. Sempre.

Tenho muito sono. E mesmo que durante o dia consiga esquecer a roupa que acumula, o descanso diurno nem sempre dá para repor as horas de sono em atraso.

Eu sei, tenho dois bebés pequenos. Mas temo que o meu cérebro se reforme compulsivamente por falta de oxigénio.

Porquê que os meus filhos só me querem a mim?

Sou uma ingrata. Tenho uns filhos maravilhosos. E o José é um anjo!

Sem comentários: