sábado, 13 de maio de 2017

Oração

Ele entra na sala e vê-me de joelhos, com o bebé no sling.
As lágrimas percorriam uma estrada sem fim.
Ao mesmo tempo, na televisão os relatos de um povo unido pela fé, em oração pelos doentes.

Ajoelhou-se ao meu lado. Olhou para mim. Pousou a mão no meu joelho.

- mãe, o que está a acontecer na televisão?
- é o papa a orar pelos doentes.

[Silêncio]

- mãe, estás doente?
- estou.
- de quê?
- do coração.

Deu-me a mão e ficámos em silêncio...

Sem comentários: