domingo, 3 de setembro de 2017

Rotinas

Domingo. 7h da manhã.
Estão todos a dormir, menos eu, e o José.

Já dei o meu contributo para o pequeno-almoço dele e estou a vê-lo sorrir enquanto como regueifa (esta anca não é por acaso).

É domingo. Primeiros dias de Setembro. Aquele que eu sempre desejei por ser de início e de recomeço.
Fecho os olhos. E entre o que o meu coração sente e o meu corpo consegue processar faz-se silêncio. O necessário.

As rotinas são muito importantes. Mas isso é quando consegues dormir uma noite completa e confortante. Esta nem foi [muito] má. E há dias que eu acho que não aguento. Mas aguento, aguento tudo.

Aguento tudo menos a estupidez e falta de inteligência. Aguento tudo menos o desrespeito e a maldade.

Às vezes não basta erguer a cabeça e vestir um sorriso. Há dias que precisas mesmo de mergulhar e desistir.

Deixo, em imagens, os momentos bons das últimas duas semanas.

Sem comentários: