segunda-feira, 20 de novembro de 2017

Mais um novembro

Estávamos em 2007 e eu tinha começado uma nova etapa da minha vida: o mestrado que acabou por ser apenas uma pós-graduação.

Não me trouxe um futuro profissional de excelência, como muitos julgam que serve o ensino superior, mas deu-me amizades excelentes e para a vida. E mostrou-me que na vida pode haver vários percursos, vários caminhos, alguns becos e muitos obstáculos.

Mas este novembro foi o que me trouxe afirmação profissional, tinha começado a dar formação. E das várias profissões pelas quais passei, esta foi sem dúvida uma luz na minha vida. Porque é bom dar competências aos outros para que eles possam trabalhar, virar a página da vida, sorrir ou apenas serem pessoas mais enriquecidas. 

Nunca ensinem nada, mostrei apenas como se coloca o isco no anzol, como pegar na cana e como se pode pescar. Mas aprendi muito.

Dar formação é aliás uma aprendizagem constante. É nunca parar, de ser e de aprender. 


Não, eles não eram todos iguais. Não, eles não eram todos brilhantes.  Não, eles não eram todos da mesma idade e muito menos da mesma faixa etária. Mas eram e são únicos. Cada um. Ali, como na vida.

Fui imensamente feliz. Realizada e durante anos foi este o meu mundo.

Sem comentários: