quarta-feira, 3 de janeiro de 2018

é outro nível....

Ser princesa, é realmente outro nível.

A Maria Rita é uma Diva. É trabalhadora, enérgica, autónoma e quer fazer tudo sozinha (mesmo o impossível, tipo mudar a própria fralda).

A Maria Rita é a menina, o vidrinho de cheiro, a delicada. Em casa, arma um berreiro se o pai lhe levanta a voz (daquelas coisas que uma mulher ou criança nunca devia passar) e facilmente levanta a mão para defender um dos irmãos ou liga a tracção às 4 para lhes ralhar quando fazem asneiras,

Nos últimos dias, este lar mais parece uma incubadora de bicharada. A febre entrou e não está a querer ir embora, o João e a Maria Rita estão a ser os mais resistentes, curiosamente os únicos que fizeram a vacina da gripe este ano.

Voltar às rotinas custa a todos, até aos adultos, quanto mais às crianças que ainda estão com os transmissores em programação.
(é por isto que eu não gosto de excepções e que as festas de família são em número suficiente para sair da regra, não preciso de mais bailaricos!!!)
E talvez por isto, a Maria Rita tem andado um POUCO impossível nos últimos dias.

Mas até para ser princesa é preciso saber e ter nível.

Ontem ao final da tarde enquanto se ensaiava para fazer uma birra:

Eu: Maria Rita, o que foi filha? O que tens?
Maria Rita: Febre, mãe. Tenho febre axul!


E é assim. Há quem tenha sangue azul, a minha filha tem febre azul!


1 comentário:

Matilde disse...

Tao querida :)
As melhoras dos dois :)
Bjinhosss