segunda-feira, 23 de abril de 2018

A vida pode ter muitos tons

Às vezes corremos apenas atrás do que não interessa. Sofremos, choramos, gritamos, lutamos. Em vão.

E de repente olhamos à volta e está tudo lá. No lugar certo. No lugar onde sempre esteve.

Às vezes basta mudar o tom dos tapetes, trocar as cortinas e borrar as paredes de tinta nova para tudo ficar diferente.

Tenho quase 40 anos. Não queria voltar atrás. Não queria ter novamente 20 e sonhar com a vida que ia ter aos 40. Não queria. Não quero.

Quero viver o agora. Com a vida que tenho, assim. Com birras, com choro, com noites mal dormidas, com dias úteis, feriados e finais de semana. Mas também com gargalhadas, com beijos demorados e abraços apertados. Com o olhar deles a encher-me os dias. Com manhãs calmas ou na correria desenfreada.

Há dias em que às 10h me sinto um trapo, parece que fui atropelada por um tractor agrícola. Há outros em que respiro e sinto uma paz imensa. Sim, está tudo certo. Está tudo lá.

Vou sonhando, devagarinho. Vou fazendo projectos e arrumando na gaveta dos sonhos. Um passo de cada vez. Tu consegues. Tu consegues tudo, basta acreditar, com o coração.

Sem comentários: